Web Analytics
26 de dezembro de 2018

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

NÃO AO DESPEJO – Após encontro, trabalhadores rurais decidem lutar contra o despejo do Sindicato.

É verdade que o prédio pertence ao patrimônio público do município que foi cedido ao Sindicato Dos Trabalhadores Rurais ainda no início da administração do ex-prefeito Carlinhos e continuou cedido no mandato suplementar do ex-prefeito Armando Porto. Mas nada disso justifica a ação do Prefeito Miller Ferraz, que numa atitude considerada mesquinha e perseguidora está requisitando a desocupação do prédio para que o mesmo seja reformado.

E ainda menos justificável é alegar que o prédio será a futura sede da Secretaria Da Agricultura e do Meio Ambiente, já que esta se encontrava muito bem instalada na Pousada Dos Feirantes e onde  antes já foi a Secretaria do Meio Ambiente e o Departamento de Parques e Jardins, encontra-se na mesma situação de comodato a sede do Sindicato Dos Pequenos Produtores Rurais de Macarani. Que por coincidência ou não, tem como Presidente Miguel Alcântara, ex-marido de Aline que hoje se não é seu desafeto é no mínimo seu concorrente e fortemente ligado ao grupo político do Prefeito Miller Ferraz.

Sem contar que: existem muitos prédios de propriedade do município que podem muito melhor abrigar a agricultura. Prédios como o da Cesta Do Povo, do antigo TG, do Posto de Fisioterapia no Guarujá apenas para citar alguns.

Trabalhadores e amigos do sindicato atenderam a convocação.

Por isso, no último sábado (22), convocados pela direção do Sindicato, os trabalhadores rurais associados, alguns amigos do sindicato e da coordenação regional da FETAG (Federação Dos Trabalhadores na Agricultura) e ainda os Vereadores Gláuber Costa, Rubenaldo Ribeiro e Jucilande Rocha  e a Vereadora Nidma de Vitória da Conquista, estiveram em um encontro na sede do Sindicato que fica na Praça Clério Correia.

No encontro ficou decidido que o Sindicato irá sim lutar pelo direito de continuar usando o local como sede, ou, pedir que o Prefeito ceda outro local para abrigar o órgão representativo dos trabalhadores rurais.

“Nós iremos na Justiça pelos nossos dirteito” Aline De Jesus.

“Nós não temos nada contra a reforma do prédio, que já foi reformado por nós mesmos com a ajuda de parceiros em 2016, mas por não concordarmos com a justificativa de que aqui ficaria melhor instalada a Secretaria da Agricultura, entendemos que tudo não passa de perseguição. Então iremos lutar sim pelos nossos direitos e decidimos que iremos até a última instância e para isso já acionamos o nosso setor jurídico.” Declarou a Presidente Aline De Jesus ao RGBAHIA.

Logo após o encontro todos os participantes deram um abraço simbólico no Sindicato dizendo em uníssono: “Queremos que o nosso sindicato fique aqui, onde é o seu lugar”.

Compartilhe via: