Web Analytics
23 de janeiro de 2019

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

A DOR DA PERDA – Mãe de menor morto após praticar assalto lamenta escolhas do filho e pede perdão a sociedade.

Só quem já passou por determinadas situações com os caminhos escolhidos por seus filhos, parentes próximos ou amigos é que podem descrever os sentimentos quando a vida desregrada escolhidas por eles cobra a conta que geralmente é muito alta.

Andréia Santos Almeida pede perdão pelos erros do filho.

“Quem somos nós pra julgar o próximo, espero que vocês nunca sintam o que eu estou sentindo. Gente, sei que meu filho não estava no caminho certo, fizemos de tudo pra pôr ele no caminho certo, mas a palavra de Deus fala que, há caminhos que aos olhos dos homens são bons, mas no fim é caminho de morte, e foi isso que aconteceu. Na condição de mãe peço perdão a sociedade.”

Estas palavras, foram ditas com exclusividade para publicação no RGBAHIA por Dona Andréia Santos Almeida,  mãe de Caíque Santos Almeida, menor de 16 anos que morreu nesta terça-feira vítima de um acidente de moto após ter participado de um assalto a fazenda do empresário, Roberto Botelho.

Lucas Barros também perdeu a vida após assaltar fazenda em Macarani.

Além de Caíque que pilotava a moto, outro menor Lucas Barros, conhecido como Luquinhas, também faleceu, ele que estava na garupa da motocicleta que caiu em uma ribanceira na tentativa dos menores de fugirem de um confronto com a CASEG e a Polícia Civil.

Caíque Santos Almeida nasceu no dia 07/03/2002 e completaria 17 anos no próximo dia 03 de março, mas  Infelizmente encontrou a morte muito cedo. 

Os corpos de Caíque e Lucas Barros ainda se encontram no IML (Instituto Médico Legal) do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itapetinga onde os familiares aguardam liberação para realizar os velórios e sepultamentos em Macarani.

Compartilhe via: