Web Analytics
19 de fevereiro de 2019

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

INCOERÊNCIAS – Delegado Roberval Nolasco ouve envolvidos na morte de criança em Macarani identifica falhas na investigação e pede novas perícias.

Infelizmente nos finais de semana as ocorrências nas cidades que estão sob a jurisdição da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (27ª COORPIN), são levadas a central em Itapetinga, inclusive as pessoas envolvidas porque nos finais de semana as demais delegacias ficam fechadas. Isso as vezes dificulta a agilidade dos Delegados e agentes destas unidades na investigação e elucidação de crimes ocorridos em Maca rani, Maiquinique, Itarantim e todas as demais que fazem parte da 27ª COORPIN.

É exatamente essa a situação das investigações sobre a bala que atingiu um menor de dos anos no último sábado a noite em Macarani. Só nesta segunda-feira,18/02 ao reassumir os trabalhos da Delegacia de Polícia Civil de Macarani que o Delegado Roberval Nolasco, titular da Polícia Civil de Macarani, pode tomar pé da situação e intimar os envolvidos, J. K.S (mãe da criança), V.G de 17 anos que dizem é o dono da arma e a adolescente de 15 anos S.D.J.M, que supostamente disparou a arma.

Prostestos pedindo Justiça marcaram o sepultamento da criança Vitor Manoel, nesta segunda-feira em Macarani.

E após ouvir o depoimento dos envolvidos, o Delegado Roberval identificou várias incoerências nos depoimentos e inconsistências nos elementos da investigação. Entre essas inconsistências a dúvida de que a arma apresentada seja a mesma que foi disparada.

Em clima de emoção, revolta e protestos pedindo Justiça, foi sepultado nesta segunda-feira o corpo do garotinho Vítor Manoel, a vítima maior de toda a tragédia ocorrida no sábado em Macarani.

Se querem saber tudo o que pensa, e quais as providências adotadas pelo Delegado, ouçam o áudio da entrevista exclusiva que o Dr. Roberval concedeu ao RGBAHIA. Clique no play.

Compartilhe via: