Web Analytics
21 de fevereiro de 2020

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

CASA DA MÃE JOANA – Área verde e terreno reservado para novo cemitério se tornam propriedades particulares em Macarani.

Esta semana o RGBAHIA recebeu algumas denúncias de que o desrespeito está realmente marcando a reta final da administração “Novos Tempos” em Macarani e que a cidade em termos de legalidade está uma verdadeira casa da Mãe Joana. Atendendo ao chamado dos moradores do Bairro Nova Macarani, o Repórter Jota Alves, foi verificar de perto o que aconteceu com o terreno situado nos fundos da Renata Mello que estava reservado para construção de um novo cemitério para a cidade.

E o que nossa reportagem constatou é que uma grande área está cercada e já com início de construção, e segundo informações de moradores a área do cemitério hoje pertence a um funcionário do SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Macarani. Aí se pergunta: se a área é patrimônio do Município, com destino reservado e aprovado por Lei pela Câmara de Vereadores, como ela foi parar nas mãos de um particular? Vereadores terão que buscar algum esclarecimento.

Ainda no Bairro Nova Macarani, numa área que também não poderia ser utilizada para construção civil porque é área reservada para construção de praça, (área verde), segundo informações dos vizinhos há duas semanas pessoas particulares, inclusive alguns secretários municipais estiveram no local demarcando área de propriedade como se fossem os donos e cercaram com a intenção de construir casas, e, ainda hostilizaram quem tentou reclamar de que ali não poderia haver construção de casas.

Pergunta-se: Onde estão o Prefeito Miller Ferraz e o Corregedor Geral do Município Edson Ribeiro? Eles que no mês de novembro foram a Rádio Aliança alertar as pessoas que invadiram os terrenos do Ipê Ville sobre ação na Justiça e agora se calam diante dessa mesma atitude de pessoas ligadas a administração municipal.

Depois do carnaval a Câmara volta aos trabalhos, e esse será sem dúvida um assunto que deverá ser debatido porque com certeza alguém irá cobrar. E é bom os edis começarem já a pensar em instrumentos legais que possibilitem a retomada do terreno do cemitério e a preservação da área verde destinada a praça no Nova Macarani. Assista ao vídeo com a reportagem completa de Jota Alves feita diretamente do Nova Macarani.

Compartilhe via: