Web Analytics
29 de outubro de 2020

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

A JUSTIÇA VAI SENDO FEITA – Prefeito Miller Ferraz é intimado pela Justiça a pagar gratificações aos professores que atuam em escolas de difícil acesso.

E mais uma conta chegou para Prefeito Miller Ferraz, conta essa cobrada pela Justiça mesmo antes de ele encerrar seu mandato. Imagine quantas serão cobradas depois, quando a chamada caixa preta da Prefeitura for aberta e esmiuçada por quem de direito como órgãos colegiados e de contas como TCM e CGU (Controladoria Geral da União). Com certeza vai ter muita gente com o Cadastro Único na mão.

E desta vez a vitória na Justiça é da educação, especialmente dos professores que atuam na zona rural e nos distritos, locais considerados de difícil acesso. Desde que começou a pandemia do Covid 19 e as aulas foram suspensas, que o Prefeito malandramente deixou de pagar a gratificação a esses profissionais, o que tem gerado revolta e reclamações dos educadores que através da APLB Sindicato e seus advogados decidiram entrar com ação na Justiça para ter de volta o que é seu por direito.E nesta segunda-feira 15 de outubro, coincidentemente, Dia do Servidor Público, a Dra. Gisele Fátima Cunha Guimarães, deu sentença intimando o Prefeito a pagar a gratificação já no próximo pagamento, para alegria do Professor Bernardino e demais profissionais. O Coordenador do Núcleo da APLB em Macarani, Professor Gílson Vilela, comentou o seguinte: “Mais uma vitória a se comemorar! O prefeito municipal retirou 20% da gratificação de difícil acesso dos pagamentos dos professores da zona rural e dos distritos! “

“Se você disser que é uma monstruosidade que se retire 20% dos salários de mães e pais de famílias durante um momento tão crítico quanto este de pandemia, você estará com razão! Mas, mais tem Deus a dar do que o diabo a tirar”.

Compartilhe via: