Web Analytics
18 de junho de 2021

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

PRESO! Acusado de vários crimes, homicídios e execuções Valdir do Sem Terra foi preso ontem em Minas Gerais.

Um dos mais perigosos criminosos da Bahia, incluído no baralho do crime da Secretaria de Segurança Pública foi preso nesta quinta-feira em Minas Gerais. Edson Valdir Sousa Silva, mais conhecido na região como Valdir do Sem terra, era até ontem um dos mais procurados bandidos do estado acusado de comandar o tráfico de drogas na região através da facção criminosa Tudo 02.

EM 2018 VALDIR FOI INCLUIDO NO BARALHO DO CRIME.

A facção criminosa é ligada ao comando vermelho, a primeira facção do crime organizando que surgiu no Brasil, na época em que os assaltantes de bancos e presos políticos eram mandados pra ilha grande, penitenciária fluminense (Rio de Janeiro) que ficava em uma ilha.

Entre outras atrocidades, Valdir do Sem Terra é apontado como o mandante da chacina ocorrida em Maiquinique em 25 de junho de 2017, quando Os corpos de cinco pessoas foram achados na zona rural da cidade.  Três vítimas estavam dentro de um barraco, que foi incendiado. As outras duas foram encontradas do lado de fora do imóvel com os corpos retalhados e despedaçados. Policiais acharam cápsulas de diversos calibres no local. Algumas das vítimas foram identificadas e teriam envolvimento com o tráfico de drogas.

 A Chacina.
Os cinco homicídios aconteceram no povoado de Córrego da Lama, zona rural de Maiquinique. As vítimas encontravam-se em uma fazenda da região, quando um grupo armado chegou e atirou. Segundo informações da Polícia Civil, quando a guarnição chegou no local, encontrou um botijão de gás e cápsulas de vários calibres.

BLOQUEADOR DE GPS USADO PELA QUADRILHA.

Edson Valdir também é apontado como o chefe de uma quadrilha de roubo de gado que atuava na região, e foi desbaratada em 2020 no Município de Macarani. Na época ele fugiu mais uma vez do cerco da Polícia, e a quadrilha chamou a atenção pelo uso de alta tecnologia como bloqueadores de GPS para dificultar a localização.

Detalhe: hoje Valdir é multimilionário, grande fazendeiro em Minas gerais sem nunca ter trabalhado um dia sequer, coisas do Brasil. Para trás ele deixou uma pilha de dezenas de cadáveres os quais matou pessoalmente ou mandou matar, como a chacina que ordenou em Maiquinique, onde cortaram as vítimas em pedaços. Segundo informações, Edson Valdir também é financiador de campanhas eleitorais de políticos corruptos na região entre Minas e Bahia.

Com mandado de prisão emitido pela Dra. Gisele Fátima (juíza), atendendo requerimento do Delegado Dr. Roberval Nolasco, Valdir do Sem Terra foi preso na cidade de Jordânia e imediatamente transferido para Almenara, ambas no estado de Minas Gerais.  Ele se  encontra preso a disposição da Justiça de Macarani.

Compartilhe via: