Web Analytics
16 de setembro de 2021

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

16 DE SETEMBRO – Dia Internacional de Preservação da Camada de Ozônio e Dia de São Cipriano.

16 de setembro é o 259.º (ducentésimo quinquagésimo nono) dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 106 dias para acabar o ano de 2021.

O Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio é comemorado em 16 de setembro.

Como o próprio nome sugere, esta data tem o principal objetivo de conscientizar a população e governos sobre a importância da preservação da camada de Ozônio para garantir a estabilidade da vida na Terra. A camada de ozônio é uma defesa natural do planeta contra os raios ultravioletas, extremamente nocivos para os seres vivos.

Além de apresentar prováveis cenários sobre como os impactos ambientais podem destruir a camada de ozônio, durante esta data também são apresentadas soluções de como encorajar atitudes favoráveis ao ambiente, evitando o desgaste desta barreira natural. A criação desta data foi instituída por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1994, como celebração da assinatura do Protocolo de Montreal, que ocorreu em 16 de setembro de 1987.

Os países que assinaram este tratado internacional assumiram o compromisso de diminuir a produção de CFC’s (clorofluorcarbonetos) e outras substâncias responsáveis pela destruição da camada de ozônio.

O Dia de São Cipriano é comemorado anualmente em 16 de setembro.

Esta data é celebrada pela comunidade cristã, especificamente a doutrina católica, em homenagem a um dos santos mais importantes do século III: Táscio Cecílio Cipriano, conhecido por São Cipriano de Cartago. Muitas pessoas associam São Cipriano de Cartago com São Cipriano, “o bruxo”. Algumas teorias afirmam que foram dois personagens totalmente distintos, no entanto, a ideia mais aceita é que são a mesma pessoa.

São Cipriano só teria se convertido ao cristianismo com 35 anos de idade. Antes, teria vivido uma vida de pecados, como feiticeiro, sendo muito respeitado pelos seus supostos poderes ocultos e místicos. Também era temido por supostamente ser amigo de Lúcifer, o diabo.

No entanto, após se converter ao cristianismo, teria se tornado bispo de Cartago e um mártir. Algumas histórias contam que Cipriano, ainda como bruxo, teria desistido de seguir ensinamentos diabólicos após conhecer a jovem Justina, uma fervorosa cristã que conseguiu, com a proteção divina, se proteger dos atentados e feitiços malignos de Cipriano.

São Cipriano foi morto devido a intensa perseguição contra os cristãos naquela época, no dia 14 de setembro de 258 d.C.

Compartilhe via: