Web Analytics
9 de junho de 2022

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

DENÚNCIA – Dilapidação e roubo de patrimônio público causa prejuízo de um milhão ao Município.

A denúncia que o RGBAHIA vai apresentar aqui não se trata de um fato recente, e infelizmente a essa atura dos acontecimentos vai ser impossível identificar culpados ou responsáveis, mas com certeza servirá de alerta para evitar que o mesmo aconteça futuramente trazendo prejuízo ao município.

Tudo começou em 2017, quando o Secretário de Administração da época autorizou o técnico em telecomunicação Chetertom Pacheco (Tom Pacheco) como todos o conhecemos, a verificar a situação do equipamentos de retransmissão de sinais de TV pertencentes ao Município instalados no alto da Serra da Cambuquira onde ficam as torres de telecomunicações da cidade.

Segundo Tom Pacheco, ao chegar ao local ele verificou que os equipamentos estavam intactos, em bom estado e pronto para funcionar mediante uma manutenção nos cabos de conexão. A ideia da administração era revitalizar a captação e distribuição de sinais de TV como Bandeirantes e SBT para as pessoas que não tinham parabólica e ficavam presas a única opção  que era a TV Bahia retransmissora da Globo.

Feita a perícia e o diagnóstico da manutenção necessária, Tom entregou as imagens feitas por ele juntamente com o orçamento ao secretário. Mas a verdade é que, no restante da gestão do ex-prefeito Miller Ferraz, nunca mais se falou no assunto e a ideia ficou só na chamada “boa intenção”.

Em abril de 2020 último ano de mandato do ex-prefeito, Tom Pacheco voltou ao local para fazer imagens da cidade e um vídeo para a TVWeb/Macarani tendo como ponto de visão o alto da serra. Mas, ao chegar na área das torres ele se deparou com um cenário desolador que o deixou revoltado: “infelizmente a cabine onde ficavam os equipamentos havia sido arrombada, o cadeado estava estourado e nada mais restava do equipamento de alta tecnologia (transmissores e receptores), tudo havia sido levado deixando um prejuízo de mais de um milhão de reais para o Município.” Declarou Tom Pacheco ao RGBAHIA.

Pelas fotos tiradas por Tom, percebe-se claramente que não foi só ato de vandalismo, foi roubo mesmo. “Com o conhecimento técnico que tenho, posso afirmar que quem pegou os equipamentos sabia exatamente o que estava levando. Para se ter uma ideia, os receptores simples de parabólica analógicos sequer foram tirados do lugar, mas os que foram levados são de alta tecnologia digital e juntos pesam quase 200 quilos, e só poderiam ter sido tirados com um carro próximo ao local.”

Na época Tom fez novas fotos do local e gravou um vídeo, que vocês podem assistir clicando no play abaixo.

Tom diz que na ocasião também avisou a administração o que tinha ocorrido, mas ninguém tomou providências e o prejuízo de mais de um milhão ficou por isso mesmo.

Compartilhe via: