Web Analytics
30 de junho de 2022

REVISTA GERAL BAHIA

INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE

ATÉ O ANO QUE VEM – Com surpresa das Mulheres Perdidas e alvoroço com Kevin Jones, a alegria de D’Àvila da Bahia Macarani fechou chave de ouro os festejos juninos de São João a São Pedro.

No Largo São Pedro o clima de fim de festa melancólico e sonolento desta quinta-feira não diz o que foi a agitação da última noite dos maiores festejos juninos da História da cidade. Cumprindo a promessa de trazer de volta a maior festa junina da região, a Prefeita Selma Souto com sua equipe de Cultura conseguiu o que parecia impossível, realizar a maior festa de todos os tempos.

Não houve uma única noite ao longo desses últimos seis dias de festa, em que o barracão de  não ficasse lotado, e a medida que as festas na região iam se encerrando o público ia aumentando com muitos visitantes que chegavam a cidade para curtir nossos festejos.

E na última noite, o espaço quase não coube grande público que compareceu vindo de todas as cidades da região em carros particulares, caravanas de ônibus fretados, e outros meios de transportes possíveis e imagináveis. E com certeza ninguém tem do que reclamar  foi a festa para ficar na História.

E ontem a noite além de Lays Amaro, veio a grande surpresa que foi a Banda Mulheres Perdidas que nem estava no cartaz oficial da festa, e foi um presente inesperado para o público. Depois Kevin Jones, confirmou porque mereceu ser a grande atração do último dia com um show eletrizante levando o público ao delírio! E fechando a noite representando as chamadas pratas da casa o macaraniense D’Ávila da Bahia encerrou a maior festa da História.

Agora a é aguardar os festejos de Itabaí no próximo mês de agosto, que com certeza será também  a altura do que tivemos em Macarani para ficar na História do Corgão.

Compartilhe via: