ATITUDE – Ação de policiais que resultou em morte de doente mental será investigada, PMs envolvidos foram afastados das ruas.

Sobre
a ação da Polícia Militar em
Maiquinique
, que resultou na morte de um doente mental de nome, João Souza Lima, o conhecido João Bute, 55 anos, e que causou
comoção e revolta na população da cidade, o Comando da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar
começou a tomar algumas providências.
Ao
contrário do que publicou o Blog do
Rodrigo Ferraz de Vitória da Conquista
em matéria que foi reproduzida pelo Blog O Responsável, aqui de Macarani: o comando não justificou a
ação dos policiais como sendo fruto de um chamado por denúncia de assalto, mas
confirmou todas as informações publicadas pelo RGBAHIA,
que ouviu comunicadores e populares moradores de Maiquinique que contaram que
tudo começou porque vizinhos estavam importunando João Bute e ele ficou muito
agressivo. Reveja a matéria completa na publicação anterior a esta.

O Major Edmário
Ribeiro Araújo,

Comandante da 8ª CIPM, informou ao
site Itapetinga Repórter (http://itapetingareporter.tv/maiquinique-homem-com-problemas-mentais-ataca-policiais-com-barra-de-ferro-e-acaba-morto-com-tiro-no-estomago/), que um
inquérito policial já foi aberto para investigar a responsabilidade dos dois Policiais envolvidos na operação que resultou
na morte de João Bute. Os
policiais foram imediatamente retirados das ruas e até o término das
investigações os mesmo ficarão realizando trabalhos internos.

O Corpo do Homem do
Paletó, João Bute,
foi levado para o IML
(Instituto Médico Legal) de Itapetinga
para necrópsia e provavelmente nesta
terça-feira será liberado para que o mesmo seja sepultado em Maiquinique.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *