CAIU NA BALA – Elemento suspeito de fazer parte de assalto a bancos em Macarani tombou em confronto com o PETO em Itapetinga.

RODRIGO CAIU NESTA SEXTA-FEIRA
O
indivíduo, Rodrigo da Silva Santos,
já havia fugido do cerco do PETO
(Pelotão de Emprego Tático Operacional) da 8ª CIPM (Companhia Independente da
Polícia Militar
), realizado na Vila
Riachão
em Itapetinga nesta quinta-feira (15), em ações realizadas
visando a captura dos integrantes da quadrilha de assaltantes que explodiram e
roubaram a agência do Banco do Brasil
e o Posto de Atendimento do BRADESCO na
madrugada da última segunda-feira (12) em Macarani.
Na
manhã desta sexta-feira, Rodrigo da Silva
Santos,
não teve a mesma sorte em nova incursão do PETO realizado na Vila
Riachão
. O mesmo decidiu encarar a força policial, foi baleado e acabou
morrendo no Hospital Cristo Redentor
em Itapetinga
.

Relato da ocorrência: A guarnição
após receber informações da CICOM
(central de Informações da Companhia),
que um indivíduo que
supostamente teria participado do assalto a banco na cidade de Macarani, estaria homiziado
(escondido) em uma residência na Rua
Armando Nunes de Queirós, 104, Vila Riachão
pediu apoio a guarnição das
Vilas para fazer o cerco no
local, e ao chegarem no imóvel começaram a fazer as buscas no intuito de
efetuar a prisão do indivíduo.

CHEGOU A HOSPITAL SEM VIDA
Ao
se aproximarem dos fundos do imóvel os Policiais
foram recebidos a tiros, que de imediato foram revidados pela guarnição, a fim
de cessar a injusta agressão. Ao cessarem os disparos foi percebido que o
indivíduo teria sido alvejado, logo após foi prestado o socorro ao resistente
até o Hospital Cristo Redentor,
onde foi constatado o óbito do indivíduo pelo Médico plantonista. O
indivíduo já tinha várias passagens por assalto à carros , porte de arma de
fogo e suspeita de vários homicídios.
No
local foram encontrados e apreendidos os seguintes materiais: Revólver Taurus cal. 38, numeração
415338; 09 munições sendo, 03 picotadas, 03 deflagradas e 3 encontradas no
local.

Segundo
entrevista do Coordenador da 21ª
Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (COORPIN), o Delegado Dr. Roberto
Júnior
, o Banco do Brasil
informou que foram levados pela quadrilha a quantia aproximada de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais),
do quais apenas R$ 16.000,00
(dezesseis mil)
foram recuperados até agora com a prisão de parte dos
integrantes da quadrilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *