DESABASTECIMENTO – Medo de ficar sem combustível ocasionou filas nos postos e acabou com a gasolina em Macarani.

EMPRESÁRIOS FORAM ÉTICOS E NÃO SE APROVEITARAM DA SITUAÇÃO.
Desde
a última quarta-feira que as filas começaram a se formar nos postos de
combustíveis, e segundo informações na noite da mesma quarta o Posto Itabaí já não tinha mais gasolina
para vender aos consumidores. Nesta quinta-feira o Posto Mangerona, foi o cenário de longas filas durante todo
o dia, em função da grande procura pelo abastecimento. “nesta sexta-feira ainda amanhecemos com cerca de 300 litros
de etanol (álcool) e trezentos de gasolina aditivada, o que não deve durar
muito devido a grande procura aqui no Posto Mangerona.”
Informou Kal Barros, proprietário do Posto Mangerona.

Sobre
a previsão de reabastecimento, Kal
Barros
informou que não existe previsão: “desde
ontem que estou tentando contato com o fornecedor e hoje acordei cedo, mas até
o momento em que o
RGBAHIA entrou em contato
conosco não havíamos recebido resposta e estamos aguardando, mas de qualquer
forma acredito que neste final de semana a situação não se resolve.”

O RGBAHIA destaca e parabeniza
a ética dos empresários macaranienses, que ao contrário de outras localidades
não se aproveitaram da situação para aumentar os preços. Perguntado qual
conselho, Kal Barros, daria
aos consumidores como empresário e como proprietário de veículo, e também sobre
sua opinião a respeito do movimento ele nos deu a seguinte declaração:

“O conselho é que as pessoas tenham
paciência que tudo vai se resolver e economize o que tem no tanque, felizmente
moramos em Macarani, cidade pequena onde ficamos muito próximos e em caso de
uma dificuldade maior, doença ou outra necessidade nós sempre podemos contar
com o vizinho. Sobre o movimento eu acho justo, a Petrobrás vinha apertando o
nó e os preços estavam exorbitantes, e, é claro que o governo precisa reduzir
essa carga tributária que é pesada demais e que é responsável pelo alto custo
de todos os produtos de consumo dos brasileiros, o movimento é justo e tem todo
o nosso apoio e acho que toda a sociedade brasileira está apoiando e deve
apoiar ainda mais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *