FIQUEM TRANQUILOS – Gerente da Renata Mello esclarece sobre demissões em Itarantim, Potiraguá e Maiquinique.

Jorge
Martin garante que demissões não atingirão a unidade em Macarani que ainda está
em rítimo de início dos trabalhos.

Desde
o último dia 21 de abril, que Blogs de Itarantim e Maiquinique vêm divulgando
uma informação que trouxe preocupação para toda a população do médio sudoeste,
especialmente de Potiraguá, Itarantim e
Maiquinique
onde funcionam unidades da fábrica Renata Mello que hoje também mantém um galpão em Macarani.
As informações davam conta de que a empresa
pretendia realizar uma demissão em massa, dar férias coletivas a alguns
funcionários por conta da crise no setor da indústria de calçados. E nesta quinta-feira
(26/04), o Blog Itarantim Alerta trouxe uma matéria confirmando as
informações: “De acordo com alguns funcionários da
empresa, em Potiraguá foram demitidos cerca de 15 recém contratados que tinham
menos de três meses na empresa e alguns efetivos entraram de férias que vai de
10 a 13 dias.
Em
Itarantim o número pode ter sido ainda maior, podendo passar de 20 funcionários
demitidos e férias para alguns efetivos.
Em
Maiquinique não foi possível obter informações, mas estamos averiguando as
reais quantidades de demissões nas respectivas fábricas”. Destaca o Blog.

É claro que as informações trazem
intranquilidade e preocupação para outras cidades onde a Renata Mello funciona, e para Macarani,
onde teoricamente seria mais fácil uma ação de demissão já que todos os funcionários
contratados no início de março quando a unidade entrou em funcionamento estão
no chamado período probatório ou de experiência.
Em função disso, a produção do RGBAHIA imediatamente entrou em
contato com a direção da Renata Mello
em Macarani
, e através de entrevista com o Gerente da unidade Sr.
Jorge Martin
, conseguimos informações tranquilizadoras. “O que estão noticiando é pura especulação e inverdade, a fábrica está
passando por reajustes nestas três unidades sim, mas posso garantir que não
serão demitidos mais do que quarenta funcionários. Não existe demissão em
massa, e aqui em Macarani não existe nenhuma possibilidade de demissões, a
população, nossos funcionários podem ficar tranquilos que aqui em Macarani
ninguém será demitido”.
Esclarece Jorge Martin.
Jorge explicou ainda que o cronograma de início dos trabalhos da Renata Mello em Macarani segue dentro
do programa e correspondendo as expectativas: “Neste momento
temos na nossa unidade 87 funcionários e dentro dos próximos meses estaremos
contratando mais 87 para concluir a primeira etapa que está totalmente dentro
do nosso planejamento e da meta inicial”.
Confiram a
entrevista completa de Jorge Martin clicando no play do nosso áudio abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *