IARA ALERTA PARA O PERIGO DOS ESCORPIÕES
“Atenção povo de Macarani,
fazendas, vilas… Cuidado com os Escorpiões. Hoje já apareceu aqui no Hospital
São Pedro três pacientes picados por escorpião só no meu plantão, fora os
plantões das outras colegas. Essas vitimas de hoje forami picadas passando pela
rua agora. Venho aqui pedi pra vocês ficarem atentos principalmente com
crianças. Olhem o quintal, brinquedos, caixas , cama etc. Se cuidem!”

O
comunicado acima foi feito no perfil do Facebook da Enfermeira Iara Oliveira,
que trabalha no Hospital São Pedro em Macarani, e deve ser levado muito a sério
pela população tanto da cidade quanto da zona rural. Nesse ano de 2018, tem
ocorrido muitos casos de picadas de escorpiões que atacam principalmente
crianças e idosos.

As
altas temperaturas e o aumento das chuvas contribuem para a proliferação de
insetos e para o aparecimento de baratas e escorpiões. Segundo Daniela Fernanda dos Santos,
bióloga da ByControl Soluções em
Controle de Pragas, em busca de abrigo e lugar seco, os aracnídeos saem de seus
esconderijos em busca de refúgio, e é exatamente neste momento que eles
aparecem dentro das casas.
Como evitar

Os escorpiões podem durar até 10
anos e para evitar a presença deles em casa, a bióloga aconselha vedar frestas,
vãos, buracos e ralos. “Usar telas de proteção e manter o quintal sempre
limpo e com a grama aparada também é importante para manter o perigo
afastado”, afirma.

ACÚMULO DE LIXO ATRAI OS ESCORPIÕES
Como o escorpião se alimenta de
barata, evitar o surgimento também ajuda a combater o aracnídeo. Outra dica é
descartar pilhas de madeira, cercas, tijolos, ferro velho e entulhos em geral,
que são os locais prediletos dos escorpiões.
Casas muito próximas à terrenos
baldios ou áreas com mato devem, de preferência, ser dedetizadas por empresas
especializadas.
Como evitar a picada
Mesmo tomando todas as precauções, é
preciso tomar alguns cuidados para evitar a picada. Segundo Daniela, sacudir
camisas, calças e sapatos antes de usar ajuda a diminuir os riscos da picada.
Picou, e agora?
“Se a picada for de um
escorpião amarelo, a pessoa deve ser levada imediatamente  até um posto de saúde ou hospital para conter
o veneno e iniciar o tratamento,” reforça a bióloga. O ideal é levar o
escorpião morto junto para que seja feito o tratamento adequado ao tipo de
escorpião encontrado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *