PARABÉNS? – Em artigo enviado ao RGBAHIA, Bacharel em Direito Carlos Lacerda disserta sobre atitude do Pref. Miller Ferraz.

“Quero solicitar ao Editor desse
conceituado site RGBAHIA, que se possível publique o artigo a seguir escrito por
mim, e já publicado em meu perfil no Facebook. Desde já, parabenizo o site pela
credibilidade e profissionalismo e agradeço pela atençao”.
Meus Parabéns, senhor
prefeito.
Hoje
a perplexidade deu a tônica de meu estado de espírito. Estupefato recebo a
notícia da fatídica demissão do nosso querido mestre Marcelo Nascimento da secretaria de Esportes de Macarani pela razão
mais torpe possível: acompanhou a namorada em um evento social, onde se faziam
presentes políticos opositores da gestão atual. Apesar de manter-me sempre
alheio a comentários políticos, sobretudo a macaraniense, hoje não me furtarei
do manifesto, porque a questão não se resume a míseros interesses partidários,
mas trata-se de uma injustiça sem precedentes, contra o maior empreendimento de
ação social que a cidade já viu.

Conheci
Marcelo nos idos de 2001, quando eu ainda era um pré-adolescente recheado de
rebeldia e desprovido de propósitos. Ele chegara há pouco tempo do Rio de
Janeiro e iniciava suas aulas de Muay Thai em Macarani. Em pouco tempo de
conversa, surgiu uma admiração mútua que marcaria minha vida. É que a pretexto
de ensinar Muay Thai, Marcelo lançava mão de horas a fio ministrando
orientações que ultrapassavam em muito as instruções técnicas da luta. Muitos
de seus alunos (inclusive eu) eram oriundos de núcleos familiares de poucos
recursos, muitos viviam em situação de notória vulnerabilidade social (alguns
beiravam a miséria), muitos desconheciam carinho em casa, ninguém lhes
enxergava, mas o mestre Marcelo devotava sua vida a levar luz àqueles infantes.
Inúmeras foram as vezes que eu e mais tantos outros alunos fomos levados para
jantar em sua casa depois do treino; inúmeras foram as vezes que Marcelo
procurou saber dos professores como andavam as notas de seus alunos; como
andava a relação  familiar de cada um
deles; incontáveis oportunidades eu tive de ver Marcelo nos mostrar que podemos
ser o que quisermos nessa vida; que nenhuma dificuldade é forte o suficiente
para nos impedir de crescer; que podíamos sonhar porque éramos capazes de
realizar o que quiséssemos, porque nenhuma treva é forte o suficiente para
ofuscar aquele que nasceu para brilhar.

E
de lá pra cá Marcelo não descansou, recentemente fundou a ONG “Eu Luto Pela
Paz”, e colocou Macarani no cenário estadual das Artes Marciais com a
realização do Fighting Day, levando para Macarani atletas de 16 cidades da
Bahia, de renomadas academias. Ninguém é capaz de mensurar a importância que o
evento teve na vida dos atletas pobres de Macarani; ninguém é capaz de imaginar
o senso de utilidade que o Mestre Marcelo proporcionou àqueles meninos, que de
repente surgiram das cinzas e viram seus nomes ovacionados pela torcida que
enchia o ginásio de esportes; ninguém é capaz de mensurar a mudança que a
autoestima elevada daqueles meninos causará em seus futuros; mas estas
benfeitorias são facilmente perceptíveis aos olhos das pessoas com aguçado
senso de humanidade.
Marcelo
não é apenas um grande mestre de Muay Thai , ele é um construtor de campeões,
dentro e fora dos ringues, porque suas lições ficam cravadas na personalidade
daqueles que gozam de sua convivência, e eu sou prova viva disso: vim de
família pobre, estudei a vida toda em escola pública de qualidade mediana, por
mérito pessoal ingressei no funcionalismo público do estado da Bahia, estudei
direito numa das melhores faculdades do País, atualmente estou complementando
minha formação viajando 700 Km em fins de semana para fazer uma prestigiada
pós-graduação fora do estado. Aprendi a sonhar grande, e a canalizar minhas
energias para realiza-los, e eu falo sem medo de errar: o mestre Marcelo é
parte de minha trajetória, porque ele e meu avô Abraão Lacerda foram as pessoas
que mais me estimularam a ser um vencedor nessa vida.
E
como eu, há inúmeros exemplos de cidadãos que Marcelo ajudou a formar; há um
sem fim de pessoas que Marcelo libertou de vícios deletérios; há projetos de
criminosos que não chegaram a se concretizar porque conheceram o Mestre Marcelo
antes de ter a oportunidade de conhecerem o crime, e disso eu tenho plena
convicção.
Hoje
em Macarani, não há uma única ação pública que se assemelhe à grandeza do
trabalho prestado por Marcelo; não há um único agente público tão abnegado; e
não há um único serviço social que seja tão contundente na vida das crianças
pobres da cidade.
Pois
bem senhor prefeito, a política, como nos ensinou a filosofia grega, é a arte
de despir-se de seus interesses pessoais em benefício dos interesses coletivos,
e na contramão da missão que assumiu quando o elegemos, o senhor tentou minar o
maior empreendimento de ação social que Macarani já viu. Mas tanto faz, não é?
Porque para os políticos tradicionais da cidade, ação social por meio do
esporte é tão somente gastar dinheiro público com os campeonatos
intermunicipais de futebol, que na verdade não é projeto restaurador da vida de
ninguém submetido a condições de miséria, porque em Macarani  só se apoia os jogos do Carlito Nova, sempre
direcionado à parte favorecida dos macaranienses. A bem da verdade, hoje quem
faz trabalho social com o esporte em Macarani não é levado a sério, basta
perguntar a Titanic os perrengues que ele passa na sua escolinha do Marjorie
Parque.
Não
é dando bola pra os meninos jogar pelada que se faz ação social com o esporte,
mas fazendo o que nosso nobre Titanic e o Mestre Marcelo fazem, mas ao invés de
aprender com eles, optou-se por 
dispensar o único membro do governo municipal que faz um trabalho com
brilho de verdade.
Mas
graças a Deus, Marcelo está fortalecido, e há uma infinidade de pessoas
sensibilizadas e dispostas a ajudar manter o trabalho firme e forte. Mas tudo
há um propósito nesta vida, e certamente Marcelo saiu das asas de quem lhe
ofuscava por não apoiá-lo plenamente, e alçará vôos mais altos, porque a
dimensão que seu trabalho tomou é irreversível, nada poderá contê-lo.
Parabéns
prefeito, o senhor tem uma excelente mira para atirar no próprio pé!
Carlos Alberto
Lacerda – Bacharel em Direito, pós-graduando em direito tributário, cidadão
macaraniense que se orgulha de ter sido aluno de Marcelo Nascimento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *